Paula Viotti Bastos, Professora de Educação Física do CSL, dá dicas para os estudantes

A prática de atividade física associada à alimentação saudável e ao sono adequado pode ajudar muito nos estudos e ainda trazer benefícios em dias de provas.

Os exercícios físicos são importantes para a manutenção da saúde e são realizados por meio de diferentes movimentos corporais, que resultam em gasto de energia. Uma boa caminhada, um jogo de voleibol, um passeio com seu cachorro, uma corrida no parque, a natação na escola e tantas outras atividades, associadas ao prazer de realizá-las, traz benefícios para a saúde e, consequentemente, auxiliam nos momentos de estudo.

Muitos estudantes utilizam desses períodos de caminhada, corrida ou natação para memorizar ou relembrar o que estudaram minutos atrás. Incluir esses momentos na rotina pode funcionar como uma preparação para seus estudos, em que a memorização de conceitos importantes estará associada a um ambiente diferenciado e saudável.

Quanto mais exigimos de nosso corpo, mais se exige do nosso cérebro. E, com isso, o cérebro passa a funcionar melhor ficando preparado para receber e armazenar todo o aprendizado.

Assim, ao praticar uma atividade física, conseguimos:

  • Melhorar a capacidade cognitiva e o raciocínio

  • Aumentar a capacidade de memória

  • Melhorar a concentração

  • Reflexos mais apurados

  • Acelerar o metabolismo, consequentemente, melhor disposição

  • Aliviar o estresse

  • Proporcionar confiança e autoestima

  • Diminuir a ansiedade

  • Reduzir as tensões físicas e emocionais

  • Bem-estar físico e mental

ATITUDES QUE AJUDAM EM DIAS DE PROVA 

Gerenciar o estresse durante o período de avaliações é um desafio, pois não conseguimos controlar diretamente nossas emoções. Uma prática que ajuda bastante nesses momentos é trabalhar a respiração e a meditação, o que ajuda a alcançar um estado mais tranquilo e uma resposta de relaxamento eficaz.

Outro ponto fundamental é manter uma alimentação equilibrada e saudável para os momentos de estudo e nos dias de prova, melhorando, assim, a atividade cerebral. Consumir alimentos variados como carboidratos, proteínas e verduras colabora para isso.

Após uma alimentação adequada, o corpo, já com a energia estabelecida, terá mais disposição para as horas de estudo, proporcionando a concentração e o raciocínio necessários para a realização das provas.

Dicas para ajudar no estudo:

  • Alimentação balanceada

  • Café da manhã reforçado

  • Horários das refeições adequados

  • Lanches nutritivos durantes o dia

  • Comer e mastigar devagar para melhor absorção dos nutrientes e uma boa digestão

  • Hidratação

Em dias de prova:

  • Hidratação antes e durante a prova

  • Nunca estar em jejum, que pode causar tontura, dor de cabeça, sonolência, fraqueza ou náuseas

  • Alimentação leve e saudável

DORMIR BEM É SINÔNIMO DE QUALIDADE DE VIDA

Uma boa noite de sono é essencial para que o estudo possa ser assimilado e para que o dia seguinte seja de qualidade e de melhor compreensão dos conteúdos das aulas. Noites mal dormidas comprometem a capacidade de entender os conteúdos e de armazenar informações, além de prejudicar os estudos nos dias que seguem.

A falta de sono diminui a capacidade de memória, inteligência, atenção, equilíbrio e concentração. E, a curto prazo, pode gerar cansaço, irritabilidade, alterações no humor, desatenção e dificuldade de concentração. Durante o sono, o corpo recupera a musculatura, regenera estruturas e libera hormônios.

A prática da atividade física equilibrada e uma alimentação adequada são importantes para noites de sono tranquilas e restauradoras e proporcionam uma sensação de bem-estar revigorante. O sono ideal dura 8 horas ininterruptas, o que não significa que para outras pessoas seja necessário mais ou menos horas.

Praticar atividades físicas, alimentar-se corretamente e dormir bem são fatores importantes, que nos ajudam nos estudos e nos hábitos de uma vida mais saudável.