Curso Integral

A busca por uma Educação de Qualidade (qualidade entendida aqui como a que reflete eficiência e eficácia), para atender as mudanças sociais e possibilitar o desenvolvimento de seres humanos totalmente preparados para lidar com a vida e todos os problemas dela, trouxe uma série de mudanças significativas em termos de currículo.

Uma delas foi a perspectiva da Educação Integral que busca a integração dos saberes acadêmicos aos saberes locais, vividos pelos educandos, põe em cheque a fragmentação de conteúdos e volta-se para uma dimensão integral do conhecimento a ser produzido. Dessa forma, o currículo na Educação Integral não corresponde a uma justaposição do currículo do turno regular ao currículo do turno expandido, mas sim à reorientação estrutural de todo processo ensino-aprendizagem, de forma que elementos significativos da vida dos educandos possam ser articulados aos diversos campos de conhecimento, acionados nas práticas pedagógicas escolares.

Atento a essas demandas, o Colégio São Luís traz a perspectiva da Educação Integral tanto nos cursos regulares como nos oferecidos no contraturno; e tem como pressuposto básico a aprendizagem que integra diferentes saberes, espaços educativos, sujeitos e conhecimentos. Portanto, educação integral é, ao mesmo tempo, integrada e integradora. Integrada porque requer intencionalidade educativa planejada e articulada com o projeto político-pedagógico da escola. Integradora porque sua proposta é construída no coletivo, na busca constante da superação das dificuldades enfrentadas e na ampliação das condições de aprendizagem.

Dessa forma, o que chamamos de “proposta curricular” para o Curso Integral é uma ampliação da jornada escolar que não apenas amplia o tempo de permanência do aluno na escola, mas também cria possibilidades de enriquecimento curricular, a partir da diversificação de tempos, modos e espaços de aprendizagem que ultrapassam os limites da matriz curricular proposta nos cursos regulares.

As atividades propostas para cada oficina refletem o projeto político-pedagógico da escola e, ao mesmo tempo, representam um continuum no tempo escolar que está sendo ampliado.

Site_Tabelas_Integral_Matutino

OBSERVAÇÕES:

* Os alunos matriculados no 5.º Ano do Ensino Fundamental com 3 dias de Integral que optarem pela catequese terão uma aula a menos de Acompanhamento Pedagógico e não terão aulas de Linguagem Visual;

** Os alunos matriculados no 5.º Ano do Ensino Fundamental com 5 dias de Integral que optarem pela catequese terão uma aula a menos de Iniciação Esportiva e não terão aulas de Linguagem Visual;

*** Cada aula terá a duração de 45 minutos.

**** As aulas de Língua Inglesa serão oferecidas aos alunos matriculados no Integral II, III e IV (5 dias), e o conteúdo será trabalhado priorizando o tratamento lúdico da informação, ou seja, os jogos, as brincadeiras e a música como estratégias de ensino-aprendizagem.

Site_Tabelas_Integral_Vespertino

OBSERVAÇÕES:
*As aulas terão a duração de 45 minutos.
**As aulas de Língua Inglesa serão oferecidas aos alunos matriculados no Integral II, III e IV (5 dias), e o conteúdo será trabalhado priorizando o tratamento lúdico da informação, ou seja, os jogos, as brincadeiras e a música como estratégias de ensino-aprendizagem.

As atividades do contraturno e a perspectiva da educação integral

A Educação Integral, entendida como o trabalho educativo que considera todas as dimensões da pessoa e a necessidade de que se desenvolvam de forma harmônica e integrada, está na raiz da tradição humanista da educação jesuíta. Ao longo dos 475 anos de tradição educativa jesuíta, os currículos das escolas (identidade, cultura e organização da vida escolar) passaram por muitas modificações, sempre respondendo, a partir da raiz fundacional, aos desafios de cada tempo, lugar e sociedade.

Atualmente, um dos maiores desafios da Educação Integral é a organização do ensino. Historicamente, houve a mudança de um estilo mais classicamente humanista, com uma apresentação do conhecimento dos diferentes campos do saber mais integrados, para uma organização mais fragmentada – ensino dividido em um número muito maior de disciplinas –, em nome de uma maior especialização. Esse fenômeno não aconteceu de maneira isolada na escola, ao contrário, a escola talvez tenha apenas refletido a fragmentação do saber que ocorreu nas diferentes ciências. Como mencionado no início do parágrafo, agora o desafio é integrar, portanto, encontrar pontos de convergência entre os diferentes campos de conhecimento e, mais do que isso, estabelecer canais de diálogo entre o que se ensina na escola e o que acontece na sociedade. Afinal, é para isso que a escola existe: “desenvolver o educando, assegurar-lhe a formação comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhe meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores”. (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDBN 9394/1996, Art. 22).

A perspectiva da Educação Integral, entendida tal qual descrita no parágrafo anterior, faz parte do trabalho do Colégio São Luís nos cursos regulares. Não obstante, nos programas oferecidos no contraturno, com uma organização diferente e talvez privilegiada pela possibilidade de configuração diferenciada dos grupos, a ênfase na integração é maior assim como aumentam as possibilidades de diversificação de tempos, modos e espaços de aprendizagem que ultrapassam os limites da matriz curricular proposta nos cursos regulares.

As atividades propostas para cada oficina refletem o projeto político-pedagógico da escola e, ao mesmo tempo, representam um continuum no tempo escolar que está sendo ampliado.

Seguem as oficinas e as suas definições:

integral 2

 1. OFICINA DE  ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO

Consiste em atividades nas quais trabalham-se diferentes estratégias de leitura, visando ao estudo de qualidade nas diversas disciplinas: Matemática; Alfabetização/Letramento; Línguas Estrangeiras; Ciências; História e Geografia, entre outras.

2. OFICINA DE IDIOMA

As aulas de Inglês serão oferecidas aos alunos do Integral II, lll e lV (do 2º ao 5º ano – 5 dias). O conteúdo será trabalhado priorizando o tratamento lúdico da informação, ou seja, os jogos, as brincadeiras e a música como estratégias de ensino-aprendizagem.

3. OFICINA DE CULTURA E ARTE

Consiste no incentivo à produção artística e cultural, individual e coletiva, como possibilidade de reconhecimento e recriação estética de si e do mundo, bem como da valorização do patrimônio material e imaterial produzido historicamente pela humanidade. As atividades envolvem as diferentes linguagens (música, dança, teatro, artes etc.), a fim de promover o contato, o respeito e a valorização, por parte dos alunos, da diversidade de manifestações culturais no Brasil e nas diferentes regiões do mundo.
A oficina de Cultura Digital faz parte das atividades voltadas à Cultura e Arte e consiste na articulação entre as diversas áreas do conhecimento e as tecnologias, tanto dentro quanto fora do espaço escolar, desafiando os alunos a experiências de aprendizagem não lineares. Nessa oficina, as atividades são voltadas ao uso digital (inclusão tecnológica, alfabetização e letramento digital, informática educativa, uso ético e seguro da internet, utilização de softwares de pesquisa etc.). Esse acesso aos meios de conectividade permite-nos ter um novo olhar sobre as práticas colaborativas e democráticas no espaço escolar.

4. OFICINA DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA

O princípio dessa oficina é a pergunta-ação, ou seja, a pergunta que gera uma busca, que, posteriormente, poderá gerar uma nova ação. Esse movimento não é somente de busca pela resposta, mas também de reinvenção da realidade por meio das respostas encontradas, que podem gerar novas perguntas, sempre vinculadas à realidade. As atividades serão planejadas de modo que os alunos possam experimentar, interagir e enfrentar os problemas da vida cotidiana.

5. OFICINA DE ESPORTE E LAZER

As atividades (ginástica artística, recreação/lazer, brincadeiras de rua etc.) baseiam-se em práticas corporais, lúdicas e esportivas, enfatizando-se o resgate da cultura local, bem como o fortalecimento da diversidade cultural, por meio de situações de parceria e de trabalho coletivo. A cooperação é o principal valor desenvolvido nessa oficina, em que é possível compartilhar com os outros, reforçar sentimentos de confiança, partilha, ajuda e compreensão.

6. OFICINA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Essa oficina pauta-se na construção de valores sociais (formas sustentáveis de ser e estar no mundo), de conhecimentos, de habilidades, de competências e de atitudes voltadas para a conquista da sustentabilidade socioambiental e econômica. As atividades centram-se em debates sobre as possibilidades de transformação da escola em espaço sustentável e em experiências criativas voltadas ao consumo consciente e responsável no espaço escolar e fora dele.

Integral I: alunos de 3 e 4 anos
Integral II: alunos de 5 e 6 anos
Integral III: alunos de 7 e 8 anos
Integral IV: alunos de 9 e 10 anos
Integral V: alunos de 11 e 12 anos

Período matutino
3 e 5 dias

Integral I, II, III e IV (Maternal III ao 5.° ano EF)

08h00 às 09h45 – Oficinas
09h45 às 10h30 – Lanche
10h30 às 11h30 – Oficinas
11h30 às 13h00 – Almoço, Higiene e Descanso
13h00 às 18h00 – Horário regular de aula

Período Vespertino
3 e 5 dias

Integral I, II, III e IV (Maternal III ao 5.° ano EF)

07h10 às 12h10 – Horário regular de aula
12h10 às 14h00 – Almoço, Higiene e Descanso
14h00 às 15h45 – Oficinas
15h45 às 16h30 – Lanche
16h30 às 18h00 – Oficinas
18h00 – Saída

Período Vespertino
2 e 3 dias

Integral V  (6.° e 7.° anos EF)

07h10 às 12h10 – Horário regular de aula
12h10 às 14h00 – Almoço, Higiene e Descanso
14h00 às 15h35 – Oficinas
15h40 às 16h00 – Lanche
16h05 às 18h00 – Oficinas

Como os programas oferecidos no contraturno estão classificados – na Secretaria Estadual de Educação – como “Cursos Livres”, não há necessidade de avaliação formal das atividades realizadas nas diferentes oficinas e/ou projetos; porém, todos os alunos são acompanhados, e os educadores mantêm um dossiê de cada estudante, registrando sua evolução de acordo com os objetivos das atividades.

Equipe
Calendário
Material Escolar

Veja as notícias do dia a dia do Curso Integral

Ensino Integral faz exposição sobre Direitos Humanos

11/09/2018|0 Comments

Ao longo do primeiro semestre, os alunos estudaram sobre as garantias e liberdades básicas de todos os seres humanos

Professores do CSL apresentam trabalhos no Congresso ICLOC Práticas na Sala de Aula

18/05/2018|0 Comments

Conheça os temas de projetos e experiências que serão compartilhados por educadores do Colégio São Luís

Acolhida 2018 – Reunião de pais e educadores (EI, EFI e Integral)

29/01/2018|0 Comments

CSL recebe pais da Educação Infantil, Ensino Fundamental I e Integral para reunião de abertura do ano letivo

No ar, o Jornal Integral!

08/12/2016|0 Comments

Assista aos telejornais dos alunos do G3 do Integral, que tratam dos temas lixo e trânsito em São Paulo.

Mais Cursos do Colégio São Luís

Infraestrutura

Conheça o Colégio São Luís

Loading...