Jornada Pedagógico-Administrativa inaugura o ano letivo de 2018 com todos os colaboradores do Colégio São Luís

O início do ano letivo foi marcado pela Jornada Pedagógico-Administrativa, que ocorreu de 22 a 24 de janeiro e reuniu toda a equipe do CSL. Foi um momento de reflexão e trabalho para planejar e alinhar as atividades do ano. Foram realizadas palestras, oficinas e trabalhos em grupo.

O reitor do Colégio, padre Carlos Contieri, SJ, deu início à programação, recebeu a comunidade com as boas-vindas e recuperou o propósito do São Luís: “Todo colégio da Rede Jesuítica de Educação deve ser reconhecido como um instrumento apostólico e deve ter clara a missão de servir à comunidade através da formação integral de homens e mulheres”. Segundo Contieri, “a educação jesuítica caracteriza-se por ser uma pedagogia da melhor escolha”. O Colégio, portanto, deve ser capaz de formar pessoas que livremente optam por servir aos demais. Essa condição somente pode ser atingida com uma formação integral, que vincula a excelência acadêmica e a formação humanista.

A reflexão trazida pela fala inicial do reitor foi reforçada pela apresentação da professora Sônia Magalhães, diretora geral e acadêmica do Colégio. Ao recuperar o Projeto Educativo Comum (PEC), documento que unifica a Rede Jesuíta de Educação, chamou a atenção para o parágrafo 29, que trata da constante necessidade de atualização dos conteúdos curriculares e práticas educativas. A escola deve adequar-se a novos tempos e espaços e perguntar-se como concretizar as mudanças necessárias. Para responder a essa pergunta, a professora Sônia Magalhães recuperou o parágrafo 64 do PEC, que dá destaque à importância de toda instituição jesuítica avaliar constantemente sua estrutura e organização. Foi apresentado o organograma do Colégio a partir da necessidade de adequação da escola aos desafios que nos pede o PEC. Através de uma gestão cada vez mais integrada, funcionários e professores deverão dialogar com as realidades das crianças e dos jovens e com as mudanças na sociedade e no mundo do trabalho, cada vez mais aceleradas.

Luciana Alde, nova diretora de desenvolvimento institucional, realizou uma pesquisa de integração e cultura organizacional, com resultados ao vivo, e finalizou as atividades do primeiro dia apresentando as novas iniciativas nas áreas de Recursos Humanos e Comunicação. Os dias seguintes foram reservados aos trabalhos com os professores e professoras. Foi apresentado o novo Programa de Formação Docente e algumas das ações que deverão integrar o Programa de Combate ao bullying na escola.

A Jornada seguiu com atividades específicas para cada segmento, com foco na qualificação de práticas pedagógicas, entre elas: trabalhos em grupo; capacitação para uso da plataforma de Inteligência Linguística Letrus e uso de instrumentos da plataforma Geekie; oficinas sobre trabalho por projetos e Cultura Maker. Esses novos recursos e as assessorias contratadas darão suporte aos docentes para continuar o processo de qualificação e excelência das práticas educativas do Colégio, utilizando as tecnologias de forma inovadora para potencializar a aprendizagem e o conhecimento e contribuir para o desenvolvimento pessoal e social.

O Colégio São Luís acredita que os docentes, estudantes, famílias e toda a comunidade educativa, juntos, podem construir um futuro, tornando-o mais generoso, inclusivo e justo.