Nossa História

Os jesuítas fundaram o Colégio São Luís em 1867, na cidade de Itu, interior de São Paulo. Meio século depois, mudaram-se para São Paulo, ocupando um quarteirão da Avenida Paulista, a primeira via pública da cidade a receber asfalto e arborização. O endereço atraiu as famílias que residiam nos casarões das imediações.

Já integrados ao cotidiano da cidade, em 1943, o Colégio abriu as portas do Ensino Médio Noturno, que recebe até hoje quase 500 jovens oriundos de escolas públicas, oferecendo bolsas de estudo para que tenham educação de qualidade. O ano de 1948 também foi especial para o Colégio: data de criação da Faculdade de Economia São Luís, uma das primeiras da cidade.

Seguiu-se um período de intensa atividade estudantil, com participações em paradas cívicas e torneios esportivos.  Em 1963, os jesuítas inauguraram a Igreja São Luís do Gonzaga, na esquina da Rua Bela Cintra.

Entre as décadas de 60 e 70, a industrialização se acelerou e os casarões começam a dar lugar aos edifícios, verticalizando a paisagem da Avenida Paulista. O antigo prédio do Colégio também foi substituído por uma construção vertical, que permitiu a criação de uma infraestrutura completa, com piscina, ginásio coberto, quadras e laboratórios. A galeria para circulação interna de veículos, inaugurada em 1972, foi outro marco da edificação do colégio, permitindo que os pais deixassem seus filhos com mais praticidade e segurança.

Nesse mesmo ano, uma novidade ainda mais marcante: a primeira turma de meninas. O Colégio São Luís foi uma das primeiras instituições tradicionais de São Paulo a aceitar alunos de ambos os sexos. Um marco em sua história.

Nos anos 80, o Colégio passou por uma ampla reestruturação de sua linha educacional. A Associação dos Colégios Jesuítas promoveu a modernização da pedagogia, incorporando valores e princípios trazidos da vida e obra de Santo Inácio de Loyola, que formam a base de todo o trabalho educacional dos jesuítas.

Em 2016, a Rede Jesuíta de Educação (RJE) lançou o Projeto Educativo Comum (PEC), documento elaborado de forma colaborativa por mais de 2 mil profissionais da Rede, que aponta para um caminho de renovação e inovação pedagógica nas Unidade de Educação Básica dos Jesuítas no Brasil.

Para alcançar os objetivos estabelecidos pela Companhia de Jesus, desde então o Colégio São Luís tem desenvolvido o Projeto CSL 2020, um conjunto de iniciativas gradativas, como revisão da matriz curricular, práticas pedagógicas com foco em inovação, abordagem internacional e transferência para uma nova sede, mais adequada à Proposta Pedagógica, em 2020.

Reconhecido como um dos colégios mais tradicionais do país, completou 150 anos em 2017, mantendo seu espírito inovador, renovando-se e dialogando com os desafios de cada época. Hoje, possui mais de 2.500 alunos, educa a partir dos valores cristãos e fornece uma sólida formação acadêmica e humana. Uma história que continua acompanhando um mundo cada vez mais rápido e dinâmico. Clique aqui para acessar o hotsite dos 150 anos.

Entenda os elementos do Brasão

Fotos

Um pouco da história

Pedagogia Inaciana

A pedagogia de inspiração inaciana é o caminho pelo qual os professores acompanham seus alunos, facilitando-lhes a aprendizagem e o amadurecimento. Sempre com a finalidade de que o aluno se aproprie do conhecimento e saiba fazer as suas escolhas de maneira madura e responsável.

Veja mais >

Temas transversais

Junto ao corpo docente, a equipe de Humanística do Colégio São Luís planeja a abordagem de temas atuais e sensíveis à formação dos alunos nas dimensões socioemocional, espiritual-religiosa, socioambiental e cultural.

Veja mais >

Do Infantil ao Ensino Médio

O Colégio São Luís oferece formação acadêmica e humana para crianças e jovens da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, com os cursos Regular, Integral e Extracurriculares.

Veja mais >

Formação continuada

O Colégio São Luís investe na seleção e na formação continuada de seus educadores, como os encontros semanais de formação de professores, com a presença de diretores pedagógicos e orientadores educacionais.

Veja mais >

Associação de Pais e Mestres

Associação sem fins lucrativos, constituída de pais e mestres, que visa promover a participação e a integração permanente das famílias no espaço escolar, a fim de colaborar de modo corresponsável para que o colégio realize sua missão educativa.

Veja mais >