Estudantes do Ensino Médio têm a oportunidade de observar a realidade das ruas da cidade

O Projeto Expressão Urbana possibilita aos estudantes do Ensino Médio Diurno observar a realidade das ruas da cidade, por meio de um trabalho de campo e observação. Desenvolvido de forma interdisciplinar, o projeto envolve professores de diferentes componentes disciplinares.

No 1.º semestre, os alunos foram até o Vale do Anhangabaú, e aos bairros República, Bom Retiro, Luz e Vila Madalena, onde analisaram a gentrificação (processo de transformação de centros urbanos), a imigração, a diversidade étnica e religiosa, a arquitetura, a arte e como cada um desses aspectos se expressa nesses locais.

A professora de Arte, Paula Galasso, explica que “as turmas da 1.ª série foram ao Vale do Anhangabaú e ao bairro da República com o olhar focado em observar as políticas públicas da região. Os alunos da 2.ª série, que foram para o Bom Retiro, observaram a questão da diversidade étnica e religiosa. A 3.ª série foi para a Vila Madalena, onde observou a expressão urbana em si, grafite, pichação etc.”.

Para Catarina Fonseca Lemos, da 2.ª série do EM, a atividade foi muito interessante. “Eu nunca tinha visitado o Centro com esse olhar mais observador. Então, eu adorei a experiência, pois tivemos um dia de aprendizado com os amigos fora da sala de aula e consegui observar com atenção os aspectos de gentrificação presentes em São Paulo”, conta.

O estudante Luiz Felipe Belluzzo, da 2.ª série do EM, concorda com a colega. “Foi uma experiência muito bacana. Para nós, alunos, parar para observar os pontos da cidade nos ajudou a ter uma nova percepção dos elementos de São Paulo. Por exemplo, olhar um monumento ou um grafite, observar a composição de um parque, ou até mesmo papéis colados na parede e identificar a mensagem que está sendo passada”, afirma o jovem.

As atividades vivenciadas durante o Projeto Expressão Urbana estimulam o desenvolvimento das competências comunicativa, lógico-analítica, repertório cultural e político-social trabalhadas pelo Colégio São Luís. De volta ao CSL e a partir das observações da realidade das ruas, os estudantes produziram textos, cartazes, fotografias, desenhos e pinturas. Confira alguns desses trabalhos: