Nove peças são encenadas por grupos de teatro infantil e jovem no encerramento do curso, em novembro

Há hoje no Colégio São Luís doze grupos de teatro, seis deles reunindo alunos do Fundamental I e II. Para cada um deles, a apresentação de final de ano é a culminância de um processo altamente desafiador, que começa pela própria união dos estudantes. “No início do ano somos um grupo de desconhecidos num teatro vazio, mas, depois de muitos encontros, transformamo-nos em um grupo dentro de um teatro cheio de imaginação, trabalho coletivo e amor ao próximo”, escreveu a professora Carú Lima nos programas das peças.

Nesse percurso de aprender a fazer teatro, alunos pesquisam referências culturais como a Sherazade de “As Mil e Uma Noites”, personagem que inspirou o desenvolvimento das peças “Quem roubou meu talento” e  “O grande concurso de histórias”. Vasculham emoções e dramas infantis, como expressados na peça “O Jogo mágico”, iniciada pela mudança de uma criança de casa e de escola.  Desafiam-se em criações surreais, como em “Oníria”. Ousam transformar em arte os sentimentos inspirados pela menina judia Anne Frank em seu diário de resistência ao holocausto. Adquirem traquejo para escolher interpretar uma comédia ucraniana que fala de política – “O Inspetor Geral”, de Nikolai Gogol.

No Ensino Médio, formaram-se em 2017 quatro grupos do Noturno, um do Diurno e um misto, que é o grupo do Conexões. Nascido no National Theatre de Londres, o Conexões é a maior iniciativa de fomento ao teatro jovem do mundo, realizado pelos parceiros British Council, Cultura Inglesa, Colégio São Luís e Escola Superior de Artes Célia Helena. Três destes grupos apresentaram-se em outubro (leia as notícias “Palco para o teatro jovem” e “11ª edição da Mostra Conexões“). As outras encenações foram “Maledicências”, “Uma peça por outra” e “Capitães de Areia”.

Confira fotos das apresentações já realizadas:

Quem roubou meu talento?

 

O grande concurso de histórias

 

Oníria

 

O diário de Anne Frank 

 

O Jogo Mágico


O inspetor geral

 

Maledicências

 

Uma peça por outra

 

Capitães de Areia