No Colégio São Luís, o investimento em tecnologia, redesenho de processos e capacitação das equipes tem como foco favorecer o processo de ensino-aprendizagem 

A presença da tecnologia em nossas vidas já faz parte de nosso dia a dia. Atualmente, muitas atividades são realizadas naturalmente on-line, por aplicativos ou sites. Na área da Educação não é diferente e, cada vez mais, a utilização de recursos tecnológicos torna-se realidade nas salas de aula.

No Colégio São Luís, a busca constante pela inovação e pela excelência sempre impulsionou o estudo de novas possibilidades. “Nossa atuação está sempre pautada nas seguintes questões: como podemos tornar mais eficaz o ensino e gerar melhores níveis de aprendizagem? Como utilizar os recursos da tecnologia a favor da gestão dos diferentes processos escolares?”, destaca Wilson Martins Junior, Gerente de TI, do Departamento de Tecnologia e Audiovisual do CSL (DTA).

CSL_Ilustracoes_Jornada_Pedagogica_2019 (5)A área tem como missão entregar soluções e tecnologias adequadas ao contexto do Colégio, tanto para as experiências em sala de aula como para as áreas administrativas. “Para isso, temos atuado muito próximo aos diretores de segmento e ao corpo administrativo, considerando as necessidades apresentadas por professores e colaboradores”, explica o responsável pelo DTA.

Wilson conta que toda a infraestrutura de Tecnologia do CSL foi revitalizada e ampliada. “Melhoramos a qualidade do Wi-Fi, ampliando o sinal para todas as salas de aulas, biblioteca e áreas administrativas, e quadruplicamos a velocidade da internet. No laboratório de informática fixo, aumentamos em 100% o número de computadores e disponibilizamos novos equipamentos para os laboratórios móveis. Além disso, estamos implementando projetores interativos nas salas”, afirma. Na biblioteca, há também aparelhos nos quais os estudantes podem fazer pesquisas. Para os professores do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio foram adquiridos notebooks.

Outra novidade é o sistema de telefonia, que foi implementado com a ajuda da tecnologia para proporcionar mais eficiência e acesso direto dos pais às áreas de maior interesse. “Nesse processo, reduzimos em 65% o redirecionamento de chamadas para outros números”, afirma Wilson.

“Nossa atuação está sempre pautada nas seguintes questões: como podemos tornar mais eficaz o ensino e gerar melhores níveis de aprendizagem? Como utilizar os recursos da tecnologia a favor da gestão dos diferentes processos escolares?”

Wilson Martins Junior, Gerente de TI

Para otimizar a gestão e os processos internos, o CSL investiu em aplicativos e sistemas e, sobretudo, em gestão da cultura. Os novos aplicativos da Microsoft, integrados à prática na área acadêmica, por exemplo, são um meio para estimular, favorecer e otimizar o trabalho colaborativo, cada vez mais presente no modo de fazer da escola. Como uma das competências gerais definidas para a Matriz Curricular 2020, o desenvolvimento da competência colaborativa também é promovido entre professores e colaboradores. “Adotamos essa ferramenta que nos proporciona um ambiente compartilhado e colaborativo, por meio da construção de documentos em conjunto, por exemplo”, explica Renato Laurato, Diretor do Ensino Fundamental II.

Wilson explica que a simplificação de etapas e processos é uma das questões que passa, também, pela análise do DTA. Cada vez mais, os educadores estão se beneficiando do uso da tecnologia digital no planejamento de atividades. O fluxo de produção e impressão de provas, por exemplo, é um processo mais recente que foi ajustado com a ajuda da tecnologia. “O processo foi aprimorado e isso gerou uma economia de tempo para o professor, o que proporciona mais possibilidades de aprendizado para os estudantes”, garante.

Neste ano, além da ampliação do uso de tecnologias mais adequadas, o DTA contribui para o planejamento da infraestrutura do CSL 2020. “Paralelo a todas as atividades de sala de aula, do administrativo, do dia a dia de 2019, estamos planejando toda a infraestrutura de 2020, definindo quais tecnologias serão utilizadas, o que vamos aproveitar da estrutura atual etc. Estamos em 2019, mas já vivenciando 2020, o que é bastante desafiador e animador”, finaliza Wilson.