Notícias

A resiliência dos formandos do Ensino Médio Noturno

Cerimônia de entrega dos certificados marcou o encerramento do ano letivo

“Chegar ao final do Ensino Médio no Brasil é uma vitória para alguns. Concluir o Ensino Médio Noturno do Colégio São Luís é uma vitória que poucos alcançam. Agora, encerrá-lo em um ano como 2020 é uma vitória que só os mais fortes poderiam alcançar. Definitivamente, vocês, formandos e formandas, são guerreiros e guerreiras”, ressaltou o Prof. Caio Barbosa em seu discurso na cerimônia de entrega dos certificados de conclusão da 3.ª série do Ensino Médio Noturno, realizada no dia 17 de dezembro.

Representando a equipe do Ensino Médio Noturno do Colégio São Luís, o professor ressaltou a resiliência dos estudantes e parabenizou os 130 formandos por terem enfrentado esse período com dedicação. “A força de cada um e cada uma de vocês não é só por terem enfrentado o ensino remoto no último ano escolar de suas vidas, nem somente por terem tido que pensar nas escolhas futuras em um momento tão atípico como este, tenham certeza de que essa força vai muito além… aluno do Ensino Médio Noturno tem essa qualidade: a de ser resiliente”, afirmou.

Assim como o discurso do Prof. Caio, os presentes se emocionaram com as falas dos estudantes, que relembraram a trajetória no CSL, os laços criados nesse período e a importância do apoio familiar.

“Foram 32 professores do primeiro ao terceiro ano do Ensino Médio, pessoas que são responsáveis por estarmos aqui, responsáveis não apenas pelo lado acadêmico, mas por nosso lado humano também”

Ketelyn Karina Silva, da turma 3.2

A estudante Ketelyn Karina Silva, da turma 3.2, falou sobre o papel dos professores: “a pandemia mostrou que somos determinados e mais do que isso, o quanto nossos professores são incríveis. Desde que entramos no Colégio São Luís, eles estavam de braços abertos para nos receber e cuidadosamente nos apoiar nesta jornada. Foram 32 professores do primeiro ao terceiro ano do Ensino Médio, pessoas que são responsáveis por estarmos aqui, responsáveis não apenas pelo lado acadêmico, mas por nosso lado humano também”.

Representando a turma 3.3, o estudante Gustavo Fernandes Lima prestou uma homenagem aos pais e responsáveis dos alunos. “Neste tempo de Ensino Médio no Colégio São Luís, valores como paciência, persistência e resiliência foram pontos de destaque para os pais da nossa turma. Desde o processo de inscrição, apresentação de documentos, realização de exames e entrevistas, vocês estiveram presentes e ficaram felizes quando receberam um e-mail com a confirmação de que fomos aprovados. Ao longo dos três anos, vocês nos apoiaram e neste ano de pandemia, inesperada por todos, nossa resiliência foi provada. O nosso ‘muito obrigado’ deve ser dito um milhão de vezes a vocês, pais, responsáveis e familiares […]”, ressaltou.

Em seu discurso, a estudante Hayanne Ferreiras Gomes, da turma 3.4, relembrou os desafios de 2020 e ressaltou os ensinamentos desse período: “uma coisa este ano pôde nos mostrar: a nossa união. Diante de um cenário tão difícil, permanecemos nos apoiando, tentando matar a saudade e aproveitando os últimos momentos. […] Não sabemos como será o futuro. Podemos dizer que temos muito orgulho pelos desafios vencidos, pelas amizades vividas e pelas memórias construídas. Como alguém disse um dia: “o final é apenas o começo”. Temos uma vida toda pela frente, e ela será brilhante”.

A estudante Luana Araújo, representando a turma 3.1, falou sobre Nelson Mandela, escolhido como paráclito – figura inspiradora – da 3.ª série do Ensino Médio Noturno. “Nelson Mandela acreditava que a Educação é a arma mais poderosa que podemos usar para mudar o mundo. Hoje, como formandos de 2020 do Colégio São Luís, somos a continuação de seu legado e exemplos vivos de que a Educação muda a vida de um indivíduo.  Nesta jornada de três anos, aprendemos coisas que jamais nos serão tiradas e que compõem a nossa formação humana”, afirmou.

“a esperança foi a grande companheira de caminhada. Todos os dias lá estava ela a nos impulsionar a começar tudo de novo. Repetir, recomeçar, não desistir, arriscar-se em busca do desconhecido”

Fátima Ribeiro, coordenadora do Ensino Médio Noturno

Com as falas dos estudantes, o clima foi de muita emoção para as famílias e para a equipe que acompanhou os jovens em seu último ano na Educação Básica. Em seu discurso para os estudantes, a coordenadora do Ensino Médio Noturno Fátima Ribeiro falou que “a esperança foi a grande companheira de caminhada. Todos os dias lá estava ela a nos impulsionar a começar tudo de novo. Repetir, recomeçar, não desistir, arriscar-se em busca do desconhecido”.

Emocionada, a educadora também falou sobre o significado do personagem escolhido pelos formandos para os inspirarem nesse ano. “Nelson Mandela mostrou o caminho para viver em um mundo mais justo, onde não haja nenhum tipo de segregação, de preconceito, de intolerância, de desigualdade. Esta é a bandeira que vocês devem levantar e defender sempre. Para isso, vocês foram preparados dentro desta casa de educação que prioriza, a exemplo de Santo Inácio de Loyola, a excelência humana e acadêmica. Ser mais para e com os demais. Fazer a diferença na construção de uma sociedade em que todas as vidas importam”, disse.

A cerimônia de colação de grau foi pensada para respeitar os protocolos sanitários e de distanciamento social. Por conta disso, o número de convidados foi limitado e, além dos formandos, puderam participar os pais e/ou responsáveis, no limite de 2 convidados por estudante. Os lugares foram demarcados respeitando o distanciamento necessário. A cerimônia também foi transmitida ao vivo pelo canal do CSL no YouTube para que amigos e outros membros da família pudessem acompanhar o evento.

O Colégio São Luís deseja que os estudantes sejam felizes em cada uma de suas escolhas!

Clique aqui e leia a íntegra dos discursos dos estudantes.

Veja algumas fotos do evento: