Notícias

CSL realiza ação de letramento antirracista com colaboradores


A formação
foi marcada pelo lançamento da cartilha “Colégio São Luís Antirracista”
 

No dia 12 de dezembro, na Sala Ir. Olavo Pereira da Silva, SJ, a Comissão Antirracista do Colégio São Luís realizou uma ação de letramento voltada aos/às colaboradores/as das áreas Administrativa, de Limpeza e de Manutenção. O objetivo da formação era propor um diálogo sobre o conceito de “racismo estrutural” e também sobre o histórico da prática antirracista do CSL, abordando as principais realizações desde o ano de 2021 – quando o CSL se declarou um “colégio antirracista” – e os objetivos dessa atuação.

Como material de apoio para essa e para as próximas ações, a Comissão Antirracista do CSL preparou uma cartilha, denominada “Colégio São Luís Antirracista”, que foi entregue aos/às colaboradores/as nessa ocasião. Com linguagem acessível, o documento elucida alguns conceitos básicos sobre o tema, explica a importância da adesão dos/as colaboradores/as ao comprometimento do CSL com a luta antirracista e dá dicas de práticas antirracistas cotidianas, como a retirada do nosso vocabulário de termos e expressões de origem ou conotação racista. Para essa ação específica, o material apresenta uma pequena lista de palavras e expressões que devem ser abandonadas, acompanhadas de suas substitutas, e oferece também a indicação de uma pequena bibliografia para aprofundamento no assunto.

O que buscamos como colégio antirracista é assumir cada vez mais o compromisso de implantar práticas que possam ir além da aplicação da lei nº 11.645/2008, que já inclui no currículo oficial da Educação Básica a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena, de modo a corrigir a sistemática exclusão do pensamento negro e indígena dos currículos escolares e instruir os/as alunos/as sobre as relações raciais e o racismo estrutural, produtor de desvantagens históricas herdadas de um passado de escravização e exclusão. Por isso, estamos sempre investindo na formação antirracista, implementando uma agenda de letramento racial para os/as nossos/as colaboradores/as docentes e não docentes.

Essa atividade é o exemplo de uma das frentes de atuação da Comissão CSL Antirracista, que tem a tarefa de promover, com apoio da Diretoria, a formação continuada da Comunidade Educativa para combater as discriminações raciais no contexto escolar e social.

Tags