Notícias

Jornada Pedagógico-Administrativa de 2024

Hora de calcular as rotas!

O contexto escolar exige que, antes de começar a caminhada de um novo ano letivo, todas as equipes envolvidas direta ou indiretamente com a formação dos/as estudantes se reúnam para planejar as rotas. O Colégio São Luís não é diferente! Por esse motivo, antes de darmos o primeiro passo do desafiador percurso de 200 dias letivos, foi realizada, de 22 a 29 de janeiro, a Jornada Pedagógico-Administrativa de 2024, envolvendo aproximadamente 440 colaboradores/as, entre docentes e não docentes.

Dentro de um colégio da Companhia de Jesus, esse período de planejamento ganha também outros sentidos. Trata-se de uma oportunidade para que, em um clima de gratidão e esperança, os/as colaboradores/as se nutram da espiritualidade inaciana, conheçam ou reconheçam o seu papel na missão educativa do CSL e desenvolvam um modo de proceder inaciano, alinhado aos valores humanos cristãos e às políticas institucionais. Além disso, é o momento de explorar novas metodologias que favoreçam uma aprendizagem integral, inteirada dos debates atuais e coerente com a pedagogia de inspiração inaciana, e de experienciar o discernimento coletivo sobre as melhores escolhas em prol do aperfeiçoamento da formação de nossos/as estudantes.

“(…) não é o que fazemos, mas o que somos enquanto educadores identificados com o carisma da Companhia de Jesus, fiéis à vocação de encarnar esse carisma em nossa vida e em nossa tarefa educativa.”

Pe. Edison de Lima, SJ, diretor-geral do CSL.

Para dar início à jornada e acolher as equipes administrativas e pedagógicas, o Pe. Edison de Lima, SJ, diretor-geral do CSL, apresentou a missão educativa da instituição, demonstrando que o que distingue a missão do Colégio São Luís “não é o que fazemos, mas o que somos enquanto educadores identificados com o carisma da Companhia de Jesus, fiéis à vocação de encarnar esse carisma em nossa vida e em nossa tarefa educativa”.

Em seguida, a diretora acadêmica, Beatriz de Arruda Pereira Gallian, para ressaltar a pertença do CSL a uma Rede Global de Colégios Jesuítas, trouxe informações sobre dois movimentos importantes da escola que estão relacionados à partilha da missão educativa em nível local (participação de toda a Comunidade Educativa), nacional (Rede Jesuíta de Educação – RJE) e continental (Federação Latino-Americana de Colégios da Companhia de Jesus – FLACSI).

A primeira atualização foi sobre o Sistema de Qualidade na Gestão Escolar (SQGE) da FLACSI, que foi implementado no CSL em agosto de 2022 e segue em curso, e a segunda foi sobre o 2º Congresso da RJE, a ser realizado em agosto de 2024, na PUC-RJ. Beatriz explicou que o congresso tratará da interseção entre a tradição e a inovação na Educação. As questões que permeiam esse tema são: “O que nós temos feito nos últimos dez anos para nos tornarmos uma rede de centros inovadores na aprendizagem integral?”, “Como a tradição espiritual e pedagógica inaciana impulsiona as inovações no âmbito educacional” e “Qual é o nosso compromisso com o futuro da educação?”.

Para concluir a introdução do Conselho Diretor, o diretor administrativo e financeiro, Irineu de Jesus Villares, falou sobre a estrutura organizacional e física do CSL, elucidando aos/às participantes como a movimentação das pessoas e do espaço está à serviço da adequação cada vez maior da instituição ao Projeto Político-Pedagógico aqui desenvolvido.

Contamos com a presença do Pe. Carlos Alberto Contieri, SJ, ex-reitor do CSL e figura central na transição histórica do colégio para sua nova sede e na implantação do novo projeto pedagógico. O atual diretor do Pateo do Collegio conversou com os/as educadores/as sobre as Características da Educação da Companhia de Jesus, retomando os principais documentos que norteiam o apostolado educativo e delineiam a “pedagogia de inspiração inaciana”.

Na sequência, os/as educadores/as seguiram para as formações mais específicas, apresentadas por Telma Pantano e Claudia Costin. Telma Pantano, fonoaudióloga, psicopedagoga e pós-doutora em Psiquiatria, conversou com os/as educadores/as sobre o consenso atual a respeito da indissociabilidade entre as habilidades socioemocionais e as habilidades cognitivas. Nesse sentido, apontou a importância de ajudar os/as alunos/as a monitorar, reconhecer e manejar seus afetos e sentimentos em favor da própria aprendizagem.

Claudia Costin, antiga aluna do CSL e atual presidente do Instituto Singularidades, abordou “Os desafios e as possibilidades da Educação no Brasil em 2024”, considerando o 4º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU, que propõe assegurar uma educação inclusiva, equitativa e de qualidade para todos/as.

Após as conferências, a equipe de Coordenação Pedagógica e os coordenadores de área detalharam para suas equipes o programa acadêmico de 2024, que está cuidadosamente alinhado às orientações da Matriz Curricular do CSL, da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e dos documentos da Companhia de Jesus, como o Projeto Educativo Comum (PEC) da RJE e outros.

Excelência em todas as áreas

Tão importante quanto pensar no público-alvo da nossa missão, é compreender que só poderemos atendê-lo com qualidade se o nosso trabalho em equipe for harmônico e se fizermos um uso adequado da estrutura à nossa disposição. Por esse motivo, durante a jornada, foram organizadas oficinas para que os/as colaboradores/as pudessem conversar com os/as responsáveis pelos departamentos que estão a serviço da área acadêmica, revisitando as políticas desses setores.

A Secretaria Escolar abordou o Regimento Escolar e deu destaque às atividades de “registro escolar docente”. Os departamentos de Eventos, Facilities, Publicações, Comunicação e Marketing, Biblioteca e Tecnologia da Informação também apresentaram suas respectivas políticas e procedimentos, destacando a importância de cada área no suporte e segurança da comunidade educativa.

A Comissão Permanente do Cuidado, integrada por colaboradores/as de diferentes áreas do Colégio São Luís, abordou a Política Interna de Proteção aos Direitos da Criança e do Adolescente. O grupo ressaltou a obrigatoriedade do cumprimento da política, explicando, para colaboradores/as antigos/as e novos/as, como suas diretrizes visam garantir a integridade e os direitos dos/as estudantes, alinhando-se aos marcos legais e aos princípios do Evangelho, e promovendo um ambiente de cuidado e solidariedade.

Como a alimentação no CSL também está integrada ao Projeto Político-Pedagógico, o colégio convidou a chef Morena Leite, do Capim Santo Escola, para explicar os pilares da alimentação oferecida no CSL: segurança alimentar; sabor; artesanato e afeto na cozinha; nutrição; sustentabilidade; e cultura.

Além disso, em cumprimento à Lei nº 13.722/18 (Lei Lucas), foi ofertado treinamento de primeiros socorros para colaboradores/as docentes e não docentes a fim de aumentar a segurança do nosso ambiente escolar.

Impulsionadas pela Jornada Pedagógico-Administrativa, as equipes poderão dar continuidade ao legado do Colégio São Luís, que, com seus 156 anos de existência, carrega em sua trajetória o compromisso com a inovação, garantindo aos/às seus/suas estudantes uma educação que os/as prepara para este tempo de constantes transformações, sem abrir mão dos valores da tradição inaciana.

VEJAM MAIS FOTOS DA JORNADA:

Abertura Institucional

Palestras

Oficinas

Tags